sábado, 13 de julho de 2013

Caso Rock*

Você destrói meu coração
para me paralisar.
Engessa o meu corpo
tentando me domar.

Quando me livro dos teus planos
não tenho mais nada a perder.
Minha queda é uma dança
não tente me erguer.

Teus truques me divertem
e eu até sinto prazer.
Tuas promessas são grades
não vão me prender.

Meu ritmo te excita
e até a luz se apaga.
Quando assumo o controle
não penso em mais nada.

Rebeldia serena juvenil
nosso som pode ser visto
no canto de ais play e vinil.
Sem perigo, não há risco.

Oh garota, vou embora daqui.
Hey louca, nem pense em me seguir.
Oh garota, vamos repetir.
Hey louca, não tente resistir.

*Texto publicado no livro Para Brisa, 2013, Ni Brisant